É um absurdo o que esse bandido está fazendo contra a Democracia nos EUA. Primeiro lançou centenas de fake news alegando fraude nas eleições. Depois tentou questionar os resultados judicialmente, entrando até com ações de recontagem dos votos. Não foi bem sucedido no seus intentos de negar o veredito das urnas.

A novidade agora é que está pressionando os seus partidários a negar a certificação dos votos para que se proceda à indicação dos delegados votantes. Essa certificação foi sempre algo burocrático, simplesmente um procedimento para formalizar os que os resultados da votação já garantem.

Como são 4 certificadores no caso do Estado de Michigan, por exemplo, dois de cada partido, caso haja empate a decisão vai para a Justiça Estadual. Dessa forma, se a Justiça decidir que os votos do Estado são para Trump, a eleição aí sim começará a ser fraudada